Decodificando Identidades

Carlos Bocai &
Julia B. Aguiar

Próxima turma

03 Ago – 14 Set

Remoto e ao-vivo

8 aulas / 20h

Decodificando Identidades

Carlos Bocai &
Julia B. Aguiar

O mundo contemporâneo está saturado de imagens: elas são criadas, compartilhadas e destruídas em segundos. Nesse contexto, apesar de estarmos em contato com marcas à todo momento, quais as que de fato exercem algum impacto sobre nós? Uma identidade não mais se resume à um logotipo, mas por um sistema múltiplo de elementos que compõem um universo visual.

Assim, o conhecimento de ferramentas de análise, metodologias e processos, é o primeiro passo para o desenvolvimento de identidades únicas – que entendem seu público e a melhor forma de se comunicar com ele — e para o desdobramento das mesmas em diferentes mídias mantendo sua integridade.

Saber analisar uma peça de design e identificar o que a torna adequada, esteticamente e contextualmente, é o primeiro passo para conseguir alcançar tal resultado. Esse curso é um exercício conjunto sobre como treinar o olhar, estabelecer métodos, conectar conhecimentos e entender o processo de criação de sistemas consistentes de identidade visual.

A partir de discussões, análises de projetos reais e dinâmicas práticas, iremos desmembrar as etapas de concepção e desenvolvimento de uma ideia. A fim de colocar os aprendizados em prática, os alunos receberão mentorias para o desenvolvimento de um projeto em grupo a ser apresentado no final do curso.

Você aprenderá a importância da fomentação de um repertório visual, apuração da análise crítica e criação de uma base conceitual forte; explorando os elementos do design gráfico para criar sistemas funcionais.

Imagem de Carlos Bocai.

Carlos Bocai, Senior Designer no Jones Knowles Ritchie NY e sócio na Anywhere.

“Tive a oportunidade de praticar design em ambientes muito diversos, e projetos de construção de marca sempre me interessaram em todos esses contextos. Durante a faculdade, estudei por um semestre na Bezalel Academy of Arts and Design em Jerusalém e estagiei em estúdios do Rio, Montevideo e Nova York, como Gretel e &Walsh. Hoje, como designer na JKR e Anywhere, sistemas de identidade visual são muito presentes na rotina e cada vez mais necessito de ferramentas para fugir da mesmice — uma busca constante pelo equilíbrio entre um processo bem fundamentado, pautado em estratégia, e o potencial visual de diferenciação e impacto.”

Imagem de Julia Aguiar.

Julia B. Aguiar, designer freelancer
e sócia na Anywhere.

“O processo de construção de marcas me interessou desde cedo pelo o seu viés de análise, interpretação e criação de significados. Me fascina o poder do designer como autor, e sua capacidade de adaptar e conectar conhecimentos. Talvez por isso, acabei trabalhando com áreas distintas de atuação no design: de tecnologia e programação à produção editorial e direção de arte. Hoje com a Anywhere e colaborando com estúdios ao redor do mundo, como Hardcuore, &Walsh e OMSE, lido diariamente com sistemas complexos de identidade que se desdobram em diferentes suportes – reforçando a importância da criação de bases bem fundamentadas para o projeto tornar-se relevante, independente de forma.”

Depoimentos

“O curso me ajudou demais a pensar em identidade visual com autonomia. Carlos e Júlia compartilham muito do processo deles sem deslumbres: falam de como erram, acertam e procuram melhorar dentro da própria prática. E também se interessam em entender o que inspira os alunos e mostrar como nosso repertório visual pode ser usado para criar marcas que se destaquem no mercado.”

Imagem com rosto de Bianca Albino.

Bianca Albino

Designer

“Os professores criam um ambiente confortável para trocas de conhecimento e e vivências. Com aulas descontraídas e didáticas, o curso nos apresenta ferramentas que direcionam o raciocínio e o olhar para a construção de identidades visuais.”

Imagem com rosto de Kel Oliveira

Kevelyn Oliveira

Designer

“Decodificando Identidades para mim foi um curso extremamente elucidativo. Me tirou de um campo meramente estético me colocando para pensar as intenções por trás das coisas. Júlia e Cadu são muito gentis e nos conduziram com maestria durante o projeto final. Projeto que além de ter contribuído para uma vaga de emprego também me fez ganhar novas amizades na área e na vida.”

Imagem com rosto de Kaique Valente.

Kaique Valente

Designer

Próxima turma

03 Ago – 14 Set

Remoto e ao-vivo

8 aulas / 20h

Estrutura do curso

Introdução e contextualização histórica.

Uma breve conversa sobre a evolução dos processos de criação de identidades visuais, do manual ao digital, e a influência no surgimento de tendências ao longo do tempo.

Repertório visual: o que é uma referência?

Introdução sobre o processo de geração de repertório. Tópico de discussões acerca da sensibilidade de observação do cotidiano como exercício de análise crítica. Desmembrando o conceito de "bom" a partir de questionamentos sobre Gosto x Adequação e avaliações de projetos reais.

Intenção e conceito: metodologias de pesquisa e análise.

Ênfase no valor da construção de pilares conceituais consistentes como a primeira etapa para criar marcas com propósito. Assim, estudaremos o uso de ferramentas de pesquisa e geração de ideias, para auxiliar na visualização de conceitos, seleção e materialização de caminhos criativos.

Teoria da linguagem visual.

Apresentação de fundamentos, conceitos e elementos da comunicação visual importantes para criação de um vocabulário gráfico e formação de bases teóricas. Analisaremos a linguagem visual como um conjunto de tais componentes estruturais e realizaremos exercícios de composição a partir do entendimento destes.

A retórica por trás de sistemas visuais.

Nesse tópico serão abordadas as noções de comportamento de marca em suas diferentes frentes a partir do entendimento dos conceitos de semiótica e retórica aplicados em projetos reais. Exploraremos o funcionamento conjunto dos elementos que compõem uma identidade visual – como nome, logotipo, grid, composição, tipografia, paleta cromática, fotografia, ilustração e direção de arte – para criação de sistemas proprietários.

Experimentação e processos criativos.

Apresentação de metodologias de iniciação de projeto com intuito de traduzir ideias abstratas em narrativas visuais. Discutiremos com exemplos práticos sobre como lidar com bloqueio criativo e navegar sobre a multiplicidade de possibilidades e soluções em um projeto. Processo de tentativa e erro e como filtrar os melhores resultados.

Técnicas de apresentação de projetos e absorção de feedback.

Discussões com exemplos práticos sobre a importância da narrativa na apresentação de projetos criativos, além de técnicas, dicas e ferramentas para auxiliar na argumentação de defesa dos mesmos. Também serão abordadas as formas de absorção, entendimento e contra-argumentação de feedbacks, e o que isso significa para o projeto.

Manuais, entregas e responsabilidades como criador.

Apresentação do papel de um manual da marca na finalização do projeto de identidade visual, para que a mesma tenha sua integridade mantida, em conjunto com debates sobre temas acerca das responsabilidades do designer como criador.

Detalhes

Programação

Terças: 3, 10 e 17 de Agosto 14 de Set. Quintas: 5 e 12 de Agosto.

19h às 21h30

Investimento

Até 6x de ou
à vista no cartão e transferência.

Turmas

03 Ago – 14 Set

Carlos Bocai & Julia B. Aguiar

Perguntas frequentes

Cada tópico da estrutura acima se refere à uma respectiva aula?

Não necessariamente. Os tópicos representam os temas a serem abordados ao longo do curso como um todo e poderão ser discutidos em diferentes aulas.

O curso é mais teórico ou prático?

De forma geral, as aulas terão maior enfoque na apresentação de conceitos e troca de ideias, a fim de expandir o seu vocabulário visual e análise crítica. Contudo, o programa inclui atividades práticas a serem desenvolvidas fora do horário das aulas. As atividades individuais são mais curtas e não são obrigatórias, mas enriquecem seu aprendizado e você receberá feedback dos professores sobre as mesmas. Além disso, o curso conta com um projeto de maior extensão a ser desenvolvido obrigatoriamente em grupo, tendo uma das 8 aulas dedicada exclusivamente para atendimentos sobre o mesmo.

Que ferramentas preciso? Aprenderei a mexer em programas?

Não, o escopo do curso não inclui o ensinamento técnico de programas ou licenças dos mesmos. No entanto, determinadas atividades requerem familiaridade com algum software de manipulação vetorial ou fotográfico (Illustrator, InDesign, Photoshop, XD, Figma, Corel Draw, etc).